[BOOK REVIEW] O ORFANATO DA SRTA. PEREGRINE PARA CRIANÇAS PECULIARES POR RANSOM RIGGS

| |

Sinopse: Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares: elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo... E, de algum modo, por mais impossível que pareça, ainda podem estar vivas.


É comum nas capas de livros de hoje encontrarmos comentários de críticos ou de outros autores sobre os livros, em O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares, na parte de trás encontramos o seguinte comentário do diretor Tim Burton: “Vocês tem certeza de que não fui eu que escreveu esse livro? Parece algo que eu teria feito...”. E esse comentário é a melhor descrição possível para o livro, uma mistura de ficção científica, drama e bizarrices onde o resultado é uma espécie de X-Men se tivessem sido criados por Tim Burton.

“Eles eram deuses desse pequeno e estranho paraíso, e eu era seu hóspede.”


Uma das coisas que chamam a atenção no primeiro momento com esse livro são as fotos e ilustrações que preenchem as páginas, com um ar macabro as figuras foram a escolha perfeita para complementar a obra do autor e funcionam bem na hora de ajudar a criar o universo das crianças peculiares.
A escrita do autor é bem leve e não enrola muito para contar a história, mas também não é daqueles que disparam mil e quinhentas informações por minuto, o ritmo do livro é muito bem conduzido fazendo essa ser uma leitura deliciosa de acompanhar.

“[...] As estrelas também eram viajantes do tempo. Quantos daqueles pontos de luz antigos eram só ecos de sóis atualmente mortos? Quantas tinham nascido, mas a sua luz ainda não chegara tão longe? Se todos os sóis menos o nosso fossem destruídos hoje, quantas gerações se passariam até que percebêssemos estar sozinhos? Sempre soube que o céu era cheio de mistérios, mas só essa noite eu me dei conta da quantidade deles que havia na Terra também.”


O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares se tornou para mim uma das minhas séries atuais favoritas, e mal posso esperar para ler os dois próximos livros: Cidade dos Etéreos (lançado no Brasil em capa dura pela editora Intrínsceca); e Library of Souls, ainda inédito no Brasil, mas que não deve demorar muito a chegar aqui.
E lembra do Tim Burton, o diretor que mencionei no início do texto? O elogio parece ser sincero já que esse ano chega ao cinemas a sua adaptação do livro para as telonas, pelo trailer dá para ver que o livro teve mudanças drásticas, mas isso não impede de ser um bom filme, ficamos no aguardo agora para o lançamento desse filme que conta com ótimos nomes como Eva Green e Asa Butterfield no elenco.

NOTA: 5/5



Nenhum comentário:

Postar um comentário



ÚLTIMAS RESENHAS