[MOVIE REVIEW] INVOCAÇÃO DO MAL 2

| |

Sinopse: Sete anos após os eventos de Invocação do Mal, Lorraine e Ed Warren desembarcam na Inglaterra para ajudar uma família atormentada por uma manifestação poltergeist na filha. A trama é baseada no caso Enfield Poltergeist registrado no final da década de 1970.


Conseguir fazer uma franquia de terror de sucesso que ao mesmo tempo tenha qualidade é algo difícil de se fazer nos dias de hoje, não é incomum os filmes acabarem nos mesmos clichês, abordando mais do mesmo, seguindo uma fórmula para o sucesso que muitas das vezes tem o efeito contrário. James Wan consegue ser um dos poucos diretores que consegue se manter relevante no gênero, com três franquias de sucesso nas telonas (Jogos Mortais, Sobrenatural e Invocação do Mal), o diretor mostrou mais uma vez com seu Invocação do Mal 2 que ainda é possível sim fazer um filme de terror com qualidade.
Ao comparar o primeiro filme com essa sequência é possível ver uma evolução considerável, o controle da câmera e a fotografia são incríveis, cenas como a de Lorraine usando seus poderes para descobrir o que houve em Amtyville são executadas com perfeição, utilizando clichês antigos do gênero (como a ideia do reflexo no espelho na já citada cena de abertura), mas abordando esses clichês de uma maneira criativa e original.
O filme também foca mais no casal Warren que seu anterior, e Patrick Stewart e Vera Farmiga estão mais afinados que nunca, a interpretação do casal é muito bem interpretado pelos atores, que conseguem trazer emoção no filme, quebrando a tensão em alguns momentos e a aumentando em outros (algo que muitos filmes de terror fracassam ao tentar fazer).


Com um orçamento maior para esse filme, a maquiagem e os efeitos especiais também são melhor executados, e o filme também consegue transportar o expectador para o ambiente da história, já que a mesma se passa em uma década diferente da nossa.
O design de criaturas também foi bem sucedido, a freira-demônio Valak, que tinha tudo para fracassar, conseguiu se manter e ser uma presença marcante – a personagem se destacou tanto que até já tem um filme solo sendo desenvolvido. E até mesmo o bizarro e estranho Homem Torto, que parece ter saído diretamente da cabeça de Tim Burton, consegue ser bem executado.
Com um roteiro bem escrito e boas atuações, Invocação do Mal 2 é uma ótima pedida para quem ama um filme de terror, conseguindo prender a atenção até o último momento e nos fazendo ficar ansiosos pelo próximo capítulo dessa história dos Warren.

NOTA: 5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário



ÚLTIMAS RESENHAS