[BOOK REVIEW] DIÁRIO DE UM BANANA POR JEFF KINNEY

| |


Sinopse:Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam.
Em Diário de um Banana, o autor e ilustrados Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável.


Primeiramente gostaria esclarecer que eu não estou analisando o livro de um ponto de vista adulto, afinal de conta adultos não são o público alvo desse livro e sim crianças, por isso como diz Tatiana Feltrin, vou colocar minha capinha de criança para ler esse livro por que não seria nem um pouco justo analisar ele de um ponto de vista adulto.
Eu confesso que nunca tive muito interesse na série Diário de um Banana por que eu tenho um certo receio de ler livros infantis, só cheguei a ler esse por que eu ganhei os três primeiros livros de uma tia que estava se desfazendo de alguns livros, então peguei para mim junto com outros livros, mais para matar a curiosidade do que por interesse mesmo, e posso dizer que me surpreendi.
Como o foco do livro é aquela criança que está começando a entrar na pré-adolescência o livro não tem uma escrita muito infantiloide, obviamente não é uma escrita com muita descrição ou com muita profundidade, normalmente são histórias curtas e rápidas que não duram mais que quatro páginas, mas que distraem e que fazem até mesmo um adulto rir.
Eu peguei esse livro para ler logo depois de ter lido Battle Royale, aquele calhamaço enorme cheio de tripas e sangue escorrendo e ultraviolência, então esse livro serviu bem ao propósito que queria, dar uma suavizada no tema e no ritmo de leitura para não acabar entrando numa ressaca literária grande que calhamaços normalmente tendem a dar.
Diários de um Banana é um ótimo livro se você quer intercalar algo mais pesado com algo mais leve, no meu caso bem mais leve, é um livro cheio de bobeiras mas que diverte e distrai, algo feito para um momento que você não quer pegar nada muito pesado para ler e quer só se divertir um pouco e até mesmo relembrar como foi essa parte da sua vida.

NOTA: 5/5

Nenhum comentário:

Postar um comentário



ÚLTIMAS RESENHAS